Conheçam o coração em brasa de Romero Ferro

 

Galo da Madrugada - Recife, PE

 

17 de julho de 2020

Conheçam o coração em brasa de Romero Ferro

Viver a música sempre foi o maior sonho do cantor pernambucano Romero Ferro. No elenco dos artistas do Galo da Madrugada desde 2017, o arcoverdense protagonizou desfiles avassaladores do bloco, à exemplo da edição de 2020, onde dividiu trio com as cantoras Pablo Vittar e Michele Mello. Com fãs espalhados por todo Brasil, Romero conversou abre o seu coração para falar sobre arte, música e o carnaval.

Confiram a entrevista:

Pode falar como ingressou na música e o que despertou seu interesse pela arte?

Romero: Eu sempre quis viver de música desde sempre, e não lembro de um momento na minha vida em que não pensasse nisso. Essa vontade foi tomando forma e força e hoje é a minha profissão. Eu acho que todos nós somos artistas, mas existem pessoas que entendem isso, outras não. E isso depende de como a gente percebe a nossa vida e de como exercemos a nossa empatia e sensibilidade. A arte está presente em tudo e fica muito bonito quando conduzimos a vida com ela. Descobri a minha na música, e não parei nunca mais.

Como funciona o seu processo criativo? Você tem composto agora nesse tempo de pandemia e isolamento social?

Romero: Eu comecei a pandemia bem aflito, estava bastante desmotivado, mas consegui entender esse processo, e crescer com ele. Usei-o para criar, e tenho criado muito, composto também! Acaba que me sinto cada vez mais plural, criador de um universos, e isso é tão denso e engloba tanta coisa. Tenho me permitido inclusive mergulhar, desbravar, aprender, crescer!

Em tempos de pandemia, como tem sido sua rotina? Como tem mantido o contato com os fãs?

Romero: A pandemia nos trouxe uma falta de perspectiva em muitos pontos, principalmente no campo profissional. Mas sei que todes estamos passando por essa readaptação, entendendo como será esse momento, e o pós dele. A minha rotina foi diretamente afetada com cancelamento de shows, planejamentos e projetos, e diante disso, algo diferente surgiu, um mercado diferente, uma ideia de arte diferente. As redes sociais têm sido a melhor forma de me conectar com os fãs através de lives, shows on-line, postagens, mensagens, etc.

E sua relação com o carnaval? Como surgiu o relacionamento com os festejos de momo?

Romero: O fato de ser pernambucano me faz ter um contato direto com o carnaval, é quase um atestado de pernambucaneidade rsrs! Meus pais amam o carnaval, o Galo, o Frevo, as ladeiras de Olinda, o carnaval no interior em Arcoverde, Pesqueira, Bezerros… eles me levavam para tudo! E essa paixão foi natural demais em mim, foi avassaladora desde o primeiro momento.

Como foi a primeira vez que se apresentou em um trio no Galo? Pode falar um pouco?

Romero: Antes de estrear no desfile oficial, eu participei do Galo ao contrário, a convite do Gustavo Travassos (que eu amo!), mas é um esquema à noite, foi como um aquecimento. Em 2017 o Benil me chamou para ser convidado do trio dele, e em 2018 eu fui convidado oficialmente para cantar na varanda com o Nonô Germano, experiências muito importantes! E em 2019 eu comandei o meu primeiro trio, junto com a Michelle Melo. Deu tão certo que em 2020 nós repetimos a dobradinha, e eu convidei a Pabllo Vittar para vir, ela topou e foi absurdo!

Você tem uma forte relação e contato com seus fãs. Pode falar como está fazendo durante a pandemia?

Romero: Os fãs são a base de toda essa troca, são eles que acreditam em mim, na minha arte, e caminham junto comigo. A arte é isso, é tocar as pessoas, modificar, transformar… e essa relação precisa ser verdadeira, olho-no-olho. Me esforço ao máximo para estar ativo, sempre respondendo, sempre atento. Nem sempre consigo, mas falo com o máximo de fãs por dia, e tento mostrar o quanto esse nosso contato é especial!

Tem planos para o próximo ano?

Romero: Retomar os shows, singles novos, clipes novos e mais um monte de surpresas!

E para o carnaval?

Romero: Espero muito que o carnaval aconteça ano que vem, estamos nesse contexto de pandemia e tudo está instável. Mas quero que ele seja ainda maior e melhor do que foi esse ano, e que todes que estão me acompanhando possam viver experiências ainda mais incríveis!

Cadastre seu email e fique por dentro das novidades

Comentários